quinta-feira, 22 de abril de 2010

Resenha "4 Way For Destruction" na Revista 100% Skate (Abril 2010)

O conceito de lançar “splits” é uma prática comum na cena punk/hardcore. Consiste basicamente em duas ou mais bandas dividindo um mesmo CD (ou vinil/k7). No caso desse split, são 4 bandas numa só bolacha, duas do Japão e duas do Brasil. A divisão não cessa por aí, afinal dois selos repartiram os custos do disco, o brasileiro Cospe Fogo e o japonês Karasu Killer. Pelo lado nipônico do 4split temos o excelente Darge, da cidade de Gifu, que conta com um brasuca na formação, Rafael Karasu (sim, o dono do selo Karasu Killer), e o Encroached da capital, Tokyo. Representando o Brasa, diretamente da Zl paulistana , o Massacre em Alphaville (adoro esse nome) e sua sonoridade a lá Disrupt, e o Under The Ruins, do Distrito Federal. O fato de haver 4 bandas não significa estilos diferentes ou paz pro seu ouvido: elas estão juntas porque rezam na mesmíssima cartilha. A cartilha da destruição.

Por: Marcelo Viegas